Fundacao cimas onde tudo começou

Fundação Cima’s: Conheça a História

Fundação Cima’s: Conheça a História

Você já ouviu falar da Fundação Cima’s? Ela foi uma instituição que transformou a autoestima e a aparência de milhares de pessoas com o seu método surpreendente para eliminar as manchas senis. Além disso, ela abrigava o maior acervo de Salvador Dalí no Brasil.

Neste artigo, você vai conhecer a história da Fundação Cima’s, desde a sua criação até a sua paralisação, além de conhecer o legado deixado pela instituição na cultura brasileira e na estética mundial.

Você também vai saber onde fazer o famoso tratamento nos dias atuais.

O início da Fundação Cima’s: uma ideia visionária

A Fundação Cima’s foi uma instituição privada, de utilidade pública e foi instituída pelo renomado Professor Cima, em 25 de março de 1987, como entidade de assistência social sem fins lucrativos.

A sede da Fundação ficava em São Lourenço MG, uma das principais estâncias hidrominerais do Brasil.

A Entidade tinha como finalidade a pesquisa de ervas brasileiras e das águas minerais. O objetivo era auxiliar na manutenção e melhora da qualidade de vida da população por meios naturais. Além disso, a Fundação promovia ações de assistência e desenvolvimento social, de acordo com o seu estatuto.

O método revolucionário para remover as manchas senis

O destaque mundial da Fundação Cima’s deve-se ao revolucionário método de tratamento desenvolvido pelo Professor Cima para a remoção de manchas senis da pele.

Este tratamento é conhecido como Método Cima’s e é 100% eficaz na eliminação das melanoses solares (popularmente conhecidas por manchas senis, manchas de idade ou manchas de sol).

É um tratamento que não utiliza nitrogênio, laser, jato de plasma, luz pulsada, ácidos ou produtos químicos. E o melhor, remove as manchas sem causar sofrimento.

Pessoas de todo o mundo vinham à Fundação Cima’s para se submeter a este tratamento. Ele ganhou tanta fama que foi apresentado no programa Fantástico da Rede Globo em 1981. Além disso, o Método Cima’s também foi reconhecido em diversos congressos de estética na Europa, Argentina e Brasil.

O acervo de Salvador Dalí

Um outro aspecto fascinante da Fundação Cima’s é que ela ainda abriga o maior acervo brasileiro de fotos, obras e reproduções gráficas do famoso pintor surrealista espanhol, Salvador Dalí. Este acervo é o resultado do trabalho incansável do Professor Cima que, na década de 1970, ele iniciou a difícil mas gratificante tarefa de documentar parte da vida do célebre pintor.

Ele contou com a ajuda de seu grande amigo, Meliton Casals, que era o fotógrafo particular de Salvador Dalí. O resultado desta parceria, foi um acervo excepcional com cenas raras da vida do pintor, como por exemplo, o casamento de Salvador Dalí em 1929, e também momentos inéditos que foram registrados entre os 18 e 80 anos de idade de Dalí.

Esta coleção valiosa era exposta na Fundação Cima’s na época em que entidade ainda estava em funcionamento.

Outro fato importante, é que além de ter sido um grande amigo do Professor Cima, Meliton Casals também foi um membro fundador da Fundação Cima’s.
( Clique aqui para ver fotos, e saber mais sobre como o Prof. Cima conheceu o pintor Salvador Dalí)

A paralisação da Fundação Cima’s

Com o triste falecimento do Professor Cima em fevereiro de 2015, a Fundação Cima’s começou a perder o seu principal propósito e o objetivo para o qual foi criada. Como resultado, surgiram problemas que levaram à interrupção permanente das atividades da Fundação.

Após o falecimento do Professor Cima, o Ministério Público assumiu a Fundação e depois transferiu a administração para outra fundação. No entanto, a falta de experiência e conhecimento da nova administração para dar continuidade aos procedimentos e atividades da Fundação Cima’s, fez com que as atividades da Fundação fossem suspensas por tempo indeterminado.

Atualmente, todo o patrimônio da Fundação Cima’s está em processo judicial, para ser devolvido aos devidos herdeiros.

Após a paralisação das atividades da Fundação Cima’s, surgiram muitas dúvidas entre as pessoas que costumavam fazer tratamentos na Fundação.

A principal delas é: “O tratamento de remoção de manchas senis continua a ser feito?” A resposta é SIM.

O legado da Fundação Cima’s

O Método Cima’s continuou a ser aplicado por Elias Cima (filho do Professor Cima) e sua esposa, Juliana Cima. Eles atuam através da empresa Cima’s Estética.

Atualmente, o tratamento é realizado por Elias e Juliana em várias cidades do Brasil. O principal local de atendimento da Cima’s Estética é no Parque das Águas de São Lourenço, no sul de Minas Gerais.

Assim, Elias e Juliana mantiveram a tradição de mais de 50 anos da Fundação Cima’s em transformar a autoestima e a aparência de milhares de pessoas. Já são mais de 20 mil clientes satisfeitos.

Se você ficou interessado(a) em saber mais sobre o Método Cima’s, [clique aqui].

Esperamos que você tenha gostado deste artigo e que ele tenha sido útil para você.

Se você quiser saber mais sobre outros assuntos relacionados à estética, saúde e bem estar, fique ligado(a) no nosso blog. Até a próxima!

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe

×